Home » Informação » Inss Dataprev – Consulta Extratos de Pagamentos

Inss Dataprev – Consulta Extratos de Pagamentos

Este texto, muito completo, irá te mostrar praticamente tudo sobre os benefícios oferecidos pelo INSS, além do sistema Dataprev, entre várias outras informações, confira!

Inss Dataprev Consulta Extratos de Pagamentos

O órgão responsável pelo seguro social de milhares de trabalhadores contribuintes é a Previdência Social. Então, àquelas pessoa que contribuíram de forma efetiva com o INSS poderão desfrutar no futuro de diversos benefícios previdenciários caso não possam mais exercer as suas atividades profissionais ou estejam interessados em se aposentar.

Assim, o INSS possui uma gama de serviços a fim de conseguir beneficiar todas as necessidades encontradas para os pensionistas e aposentados do INSS. Com a modernização do sistema Dataprev foi possível que os serviços prestados pela Previdência Social se tornassem mais seguros eficientes e ágeis.

PREVIDENCIÁRIOS INSS

Como existe uma série de benefícios, os mesmos serão explicados em tópicos:

1. Aposentadoria por Idade: está disponível para homens acima de 65 anos de idade mulheres com mais de 60 anos. Trabalhadores rurais possuem 5 anos a menos para desfrutar do benefício.

2. Aposentadoria Especial: destinado para contribuintes que assumiram funções profissionais nas quais ofereciam riscos à saúde. É necessário fazer esta comprovação juntamente com o tempo de trabalho.

3. Aposentadoria por Invalidez: deve ser comprovado que o trabalhador sofre alguma doença ou foi vítima de um acidente que prejudicou a sua saúde. Será feita uma perícia médica para comprovar a condição de que não é mais possível trabalhar.

4. Aposentadoria por Tempo de Contribuição: homens que tenham contribuído 35 anos e mulheres que contribuíram 30 anos, lembrando que é necessário ter idade mínima.

5. Auxílio Doença: deve ser comprovado por perícia que o trabalhador está doente. Assim o mesmo tem direito ao benefício no período em que estiver afastado.

6. Pensão por Morte: a família do trabalhador que morreu terá este direito.

7. Auxílio Acidente: em caso de acidentes o segurado recebe auxílio de 50% do valor de seu salário.

8. Salário Maternidade: a partir da 23ª semana de gestação a mulher pode receber benefício, além de assistência financeira para o parto e despesas que envolvem o nascimento do bebê.

9. Auxílio Reclusão: auxílio oferecido para dependentes de presidiários.

10. Salário Família: benefício que tem como finalidade ajudar o sustento da família para trabalhadores com salário até R$ 798,30.

Inss Dataprev Consulta Extratos de Pagamentos

DATAPREV

Para facilitar a vida dos contribuintes foi criado um sistema, chamado Dataprev, no qual armazena os dados dos mesmos com a finalidade de que os pensionistas possam acessar a internet e emitir extratos da Previdência Social, atualizar dados cadastrais ou conferir o histórico de contribuições.

A Empresa de Tecnologia da Previdência Social, a Dataprev foi criada para atender o Instituto Nacional do Seguro Social, conhecido como INSS, a fim de, por meio de sistemas online de infraestrutura para armazenar, processar e atualizar em tempo real os dados dos contribuintes, possa agilizar os serviços.

CONSULTAS DATAPREV

Se você deseja consultar o valor que será pego pelo INSS, basta acessar o portal www.dataprev.gov.br, ir à opção reservada “Extrato de Pagamento da Previdência Social” e preencher campos como: o número do seu benefício (sem colocar pontuações e barras), a data de nascimento (com quatro algarismos no campo “ano”), o nome completo do beneficiário e o número de seu CPF (também sem pontos, traços ou barras entre).

Caso queira verificar a revisão do benefício, você deve acessar o link Consulta Situação da Revisão do Benefício pelo IRSM 02/94. Assim basta informar o que for pedido e poderá visualizar a sua revisão.

REQUERIMENTOS DATAPREV

Além de poder ter acesso aos extratos de pagamento dos benefícios Dataprev, é possível visualizar os seguintes links para requerimento:

– Auxílio-doença/ Perícia Médica;
– Auxilio-doença para Empresa Convenente;
– Salário-maternidade;
– Pensão por morte.

EMISSÃO DE EXTRATOS

Sendo o trabalhador contribuinte ele terá acesso aos seguintes extratos:

– Extrato Previdência Social Aposentadoria: emissão do extrato do pagamento do benefício avaliando a situação do contribuinte.
– Extrato Previdência Social Imposto de Renda: tomando como base o ano, o sistema avalia a situação do beneficiário de acordo com as informações da Receita Federal, sendo possível revisar a aposentadoria além de obter informações sobre declaração de renda.
– Extrato Previdência Social Banco do Brasil: por meio da própria senha do Banco do Brasil, o contribuinte vai acessar o seu cadastro no Sistema Dataprev e usufruir do auto-atendimento além de poder emitir o seu extrato direto do caixa eletrônico.

EMISSÃO DE EXTRATOS

Para emitir um extrato no sistema o contribuinte deve informar o número do benefício, nome completo, data de nascimento e CPF. O Extrato do INSS traz informações sobre o seu cadastro e remuneração, mostrando-lhe o seu perfil completo. O Extrato Previdência Social deve mantem o mesmo sistema de acesso por meio do Dataprev.

SERVIÇOS DATAPREV

Além dos serviços apresentados acima o Dataprev apresenta os seguintes serviços:

– Entrada na documentação para o recebimento de aposentadoria por idade ou por tempo de serviço;
– Entrada na documentação para o recebimento de salário-maternidade;
– Permite que o INSS tenha acesso, por meio da internet e em tempo real, à base de dados do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS);

VALOR DA APOSENTADORIA

Caso o contribuinte não saiba o valor da sua aposentadoria e deseja verificar este valor, ele tem livre acesso ao histórico de crédito INSS por meio da internet. Para isso basta fazer uma pesquisa individual na qual será preciso fornecer alguns dados pessoais.

Inss Dataprev Consulta Extratos de Pagamentos

SIMULAÇÃO DA APOSENTADORIA INSS

Para você ter uma noção de sua aposentadoria, basta fazer uma simulação por meio do simulador online. Acesse o site oficial do Dataprev e informe os dados solicitados pelo sistema. Após ter preenchido tudo, clique em “Calcular” e assim obterá os valores de sua renda mensal de acordo com a contagem de tempo de contribuição.

CONSULTA DE CERTIDÃO NEGATIVA

Caso você tenha a sua certidão negativada e deseja acessá-la para saber o que fazer, você deve ir até o site oficial da Dataprev, digitar o CNPJ de sua empresa e verificar o que deseja.

NIT

O NIT é um número de identificação do trabalhador perante a Previdência Social. Assim ele pode ser o número de inscrição no:

1 – INSS;
2 – Programa de Integração Social – PIS;
3 – Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público – PASEP;
4 – Sistema Único de Saúde – SUS.

Com este número é possível consultar os valores do PIS/PASEP pela internet. Para fazer consultas online NIT INSS na plataforma Dataprev, é necessário informar na página o número que correspondente a sua inscrição, baseado nesse dado a Previdência Social vai gerar as informações.

Através do site oficial do Dataprev ou falando com a central de atendimento do INSS pelo telefone 153 é possível ter acesso ao número do NIT caso o contribuinte tenha esquecido. Este procedimento é rápido e seguro.

MARCAR PERÍCIA

Para acelerar o processo de sua perícia basta pedir um requerimento de auxílio. Por meio do agendamento eletrônico você será incluso na lista para ser examinado. Assim, para agendar a perícia você deve informar:

1.) NIT – Número de Identificação do Trabalhador (PIS/PASEP/CICI), Nome completo do(a) requerente, nome completo da mãe e data do nascimento;
2.) Indicar a categoria do trabalhador, se contribuinte individual, facultativo, trabalhador avulso, segurado especial (trabalhador rural), empregado(a) doméstico(a), empregado(a) e desempregado(a);
3.) Data do último dia de trabalho no caso do (a) empregado(a), CID constante do atestado médico que gerou o afastamento e CNPJ da Empresa;
4.) CPF e Nome do Empregador no caso de Empregado(a) Doméstico(a).

SIMULAÇÃO EMPRÉSTIMO CONSIGNADO

Antes de fechar o seu empréstimo é muito importante que seja feita uma simulação. Por meio do “$imule Cred”, www.simulecred.com.br, isto é possível. Assim, você, aposentado ou pensionista poderá verificar as opções e decidir em qual delas se encaixa melhor às suas condições e ao seu bolso.

INSS AUTÔNOMO, CONTRIBUINTE INDIVIDUAL

Qualquer pessoa pode contribuir para a Previdência, até mesmo os autônomos, aqueles trabalhadores que não possuem registro em carteira. Aqueles profissionais que prestam serviços temporários, e assim não estabelecem vínculo empregatício também se enquadram nessa categoria de Contribuinte Individual.

Os estudantes, as donas-de-casa e os desempregados também podem entrar nessa classificação, basta o pagamento ser feito na categoria “Contribuinte Facultativo”.

INSS AUTÔNOMO

Para pagar o seu INSS como autônomo, veja o passo a passo:

– Quem é considerado trabalhador autônomo poderá se filiar ao RPGS (Regime Geral de Previdência Social), podendo assim realizar o seu pagamento mensal do INSS, utilizando no mínimo 20% de seu salário de contribuição (remuneração recebida por uma ou mais empresas pelo exercício de suas atividades por conta própria- AURÉLIO 2010).

– É muito importante lembrar que deverá sempre ser respeitado o limite mínimo e máximo do salário de contribuição que a Previdência estabelece anualmente.

Por meio de uma Guia da Previdência Social (GPS), você pode quitar seu imposto de INSS. A mesma pode ser encontrada facilmente em qualquer papelaria de qualidade. Se você tem dúvidas do valor a ser pago, há também a página da Receita Federal que pode te ajudar.

Inss Dataprev Consulta Extratos de Pagamentos

DÉBITO AUTOMÁTICO DO INSS

Os contribuintes individuais, facultativos, empregados domésticos e segurados especiais da previdência social podem pagar a contribuição por meio de débito automático em conta corrente. Este procedimento pode ser realizado facilmente no site da previdência social, através da área agência eletrônica. Assim, basta informar o CPF do contribuinte e gerar uma senha eletrônica. Antes de realizar este procedimento veja se seu banco possui convênio com a previdência social.

GPS

O GPS é o guia de pagamento do INSS CEI. Para quem deseja acessá-lo, basta acessar o seguinte endereço eletrônico dataprev.gov.br/. Ao preencher, serão pedidas algumas informações básicas para o contribuinte; portanto, siga corretamente tudo o que lhe for indicado.

TABELA INSS 2016

É comum a tabela com os valores dos benefícios mudarem com o decorrer dos anos. Assim, para que você não se perca, através do link http://www.mpas.gov.br/ terá acesso à tabela atualizada que está em vigor desde 1º de janeiro de 2016.

PARCELAMENTO INSS EMPRESA

Se algumas empresas estão passando por instabilidade financeira e precisam rever os custos da operação é possível fazer um pagamento mensal da dívida com o INSS; entretanto ele não pode ser deixado de lado para não causar malefícios à empresa.

Assim, a empresa que foi contemplada com p parcelamento poderá pagá-lo em até quatro parcelas mensais tendo-se como limite o total de 60 parcelas. Nas microempresas e empresas de porte pequeno poderá ser dividido em até 72 parcelas mensais. O valor total do parcelamento é calculado fazendo uma divisão entre o montante consolidado e o número de parcelas concedidas sendo que o valor mínimo para cada parcela é de R$ 200,00.

A data de vencimento de cada parcela costuma ser agendada para o dia 20 de cada mês. Fique atento a essa data, pois se não houver o pagamento haverá a rescisão do serviço concedido.

CERTIDÃO FGTS INSS

O documento que tem como finalidade comprovar o valor ou o direito de receber ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço é chamado de Certidão FGTS INSS. Este é considerado um dos principais benefícios trabalhistas, pois possui um valor equivalente a 8% do salário do trabalhador depositado todos os meses pelo empregador.

Acessando o site oficial do benefício trabalhista é possível requisitar o serviço e emitir a sua Certidão FGTS INSS. Neste mesmo local é possível consultar o seu saldo, o crédito além de comprovar os seus dados.

PERGUNTAS FREQUENTES

– Por que o INSS está fazendo a revisão de benefícios?
“O INSS está realizando a revisão de benefícios a fim de conseguir corrigir um erro de cálculo, que permaneceu por 10 anos. Dessa forma, os segurados que foram prejudicados serão ressarcidos.”

– Qual a abrangência da revisão?
“A revisão abrangeu mais de 17,4 milhões de benefícios pagos entre 2002 e 2009. Destes, 11,5 milhões não condizem com os critérios para o pagamento da diferença e 1,2 milhão não tiveram alteração. Já 2,3 milhões benefícios possuem diferenças para receber. O INSS ainda precisa revisar 2,2 milhões de benefícios.”

– Quem tem direito a revisão do INSS?
“Serão contemplados com a revisão do INSS aqueles que receberam auxílio-doença, aposentadoria por invalidez e pensão por morte, durante o período compreendido entre 1999 e 2009.”

– Quem NÃO tem direito a revisão do INSS?
“Não tem direito a revisão às pessoas que se aposentaram por idade ou tempo de contribuição.”

– Como saber se o segurado tem direito à revisão?
“O segurado não precisa procurar uma agência do INSS para saber se tem direito ou não. O Instituto enviará uma carta de concessão no endereço cadastrado. Por isso, quem mudou de casa nos últimos 10 anos deve manter o cadastro do INSS atualizado. Uma consulta ao site da Previdência Social também permite saber se o indivíduo tem direito ao benefício.”

– Quando começa o pagamento referente à revisão?
“O INSS revisou 2,3 milhões de benefícios e constatou que 454 mil pessoas têm “diferenças a receber”. O valor começa a ser pago na folha de pagamento de janeiro de 2013.”

– Como funciona o pagamento da revisão do INSS?
“O reajuste calculado pelo INSS será pago de forma escalonada. Em fevereiro de 2013, o pagamento será feito aos segurados com mais de 60 anos. A partir de 2014, o reajuste será pago às pessoas com idade entre 46 e 59 anos. Quem tem menos de 45 anos só receberá o dinheiro da revisão entre 2016 e 2019. O segurado, cujo benefício foi cancelado, terá acesso à diferença entre 2019 e 2022.”

– O reajuste dos benefícios aumenta o gasto do INSS?
“Com o pagamento dos benefícios reajustados, o gasto anual do INSS subirá R$ 637 milhões.”

Inss Dataprev Consulta Extratos de Pagamentos

DUAS REVISÕES DO INSS

Por meio da Justiça é possível ter duas revisões do benefício concedido pelo INSS. Entretanto para isso é necessário se enquadrar em no mínimo quatro das situações abaixo:

– Melhor benefício para as obrigações Reajustáveis do Tesouro Nacional – ORTN;
– Buraco negro com correção de acordo com o teto;
– Revisão da Unidade Real de Valor – URV com a correção de acordo com o teto;
– Revisão do melhor benefício.

Caso você se enquadre em “Revisão do melhor benefício” ou “Melhor benefício da ORTN” a sua revisão será julgada pelo Supremo Tribunal da Justiça. Para os aposentados e pensionistas que desejam utilizar este dinheiro extra devem ligar paro o telefone 135 ou consultar o site da Previdência www.inss.gov.br.

CONSULTA FAP

O FAP é o Fator Acidentário de Prevenção, mais conhecido como o seguro-acidente que foi derivado do artigo 1º da constituição federal que determina como um dos princípios do Estado de Direito o valor social do trabalho, assim é estabelecido sobre “pilares estruturados em garantias sociais tais como o direito à saúde, à segurança, à previdência social e ao trabalho, sendo o direito social ao trabalho seguro e a obrigação do empregador pelo custeio do seguro de acidente do trabalho” também são inscritas no artigo 7º da Constituição Federal de 1988.

O FAP é um multiplicador que varia entre 0,5 a 2 pontos que são aplicados às alíquotas de 1%, 2% ou 3% da tarifação coletiva por subclasse econômica, incidentes sobre a folha de salários das empresas para custear aposentadorias especiais e benefícios decorrentes de acidentes de trabalho.

O FAP sofre alterações anualmente, entretanto, ele é calculado sempre sobre os dois últimos anos dos históricos de acidentalidade e dos registros de acidentes da Previdência Social
Houve uma nova metodologia de cálculo aprovada pelo Plenário do Conselho Nacional de Previdência Social – CNPS em 2010 e em vigor desde janeiro de 2011. Entretanto não modificou nada na contribuição das microempresas e empresas de pequeno porte que recolhem tributos pelo sistema simplificado.

Portanto quem sofreu algum acidente relacionado ao trabalho deve consultar o INSS para verificar se não possui o direito de receber este tipo de auxílio.

CONFERIR BENEFÍCIOS ANTES DA DOCUMENTAÇÃO

Está em análise a possibilidade de determinar benefícios antes de o INSS ter concluído a análise da documentação do contribuinte. Esta estratégia se enquadra nas propostas de uma nova regra para a concessão de benefícios, que tem a finalidade de tentar diminuir o número de ações judiciais contra o INSS.

Na maioria dos casos nos quais ocorre a demora é devido à falta de conhecimento do servidor que analisa a permissão. Assim nestes casos, o segurado poderá ir para uma negação internamente, na Junta de Recursos da Previdência Social.

OUVIDORIA DA PREVIDÊNCIA

Caso durante algum processo realizado junto ao INSS, você tenha considerado que foi mal atendido, é possível acionar a ouvidoria:

– Telefone: 135
– Site: www.previdenciasocial.gov.br (entrando na opção “reclamação”)
– Telefone: 0800780191
– Carta: Ouvidoria Geral da Previdência Social, Caixa Postal 09714, cep 70001-970, Brasília, DF

About Jessica Pucci

Check Also

Caixa Econômica: Como Atualizar Boleto Vencido Caixa

Se você está com o seu boleto da Caixa Econômica vencido e não sabe como proceder, fique tranquilo, pois este artigo irá te dar as orientações necessárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *